.Espelhos recentes

. *aqui e ali*

. *energia*

. *A Mãe e o filho*

. O mais fácil!

. Sentidos do Deserto

. Os olhos!

. Para sentir...

. Parabéns!

. Portagens!

. Menino Anjo

.Espelhos antigos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Outubro 2006

. Agosto 2006

.Ecos do Espelho

.Espelhos que por aqui passaram

visitas


.links

Domingo, 22 de Outubro de 2006

Menino Anjo

 

 

Sentadas a almoçar numa mesinha de esplanada, a agarrar os raios de sol que romperam o cinzento das nuvens, estavamos eu e a minha amiga J.

Conversas giras sobre as mudanças na vida e as oportunidades que surgem a cada momento...

Sobre as escolhas...

Sobre os medos...

Sobre o passado e o futuro, numa consciência de que ambas estamos a viver o presente...

Intensamente!

De repente, um Anjo em forma de menino mendigo, de olhos cor de céu, de um azul límpido e transparente, aproximou-se.

Trazia roupas gastas, um copo de plástico na mão vazio... Disse-lhe que não lhe dava dinheiro.

Não falava português... Não sei que falava.

Ficou em pé ao meu lado, de frente para a minha amiga. Sorri-lhe e perguntei-lhe o nome. Não me disse.

Ao fundo da rua, um homem adulto, ia dizendo algumas coisas nessa lingua que eu não entendia.

O Anjo em forma de menino deixou-o ir.

Voltou a aproximar-se e desta vez... foi para me dar um enorme abraço e um beijo na face.

Eu sentada na cadeira, nem queria acreditar...

A mente disparou e confesso que o que pensou não foi lindo... ainda tenho que crescer... e o instinto mandou-me verificar a localização da carteira...

Ele largou-me... Bebi mais um golo de café... Olhei para a J. e ela para mim, ainda incrédulas...

E noutro flash, este Anjo Menino agarrou-se de novo a mim para mais dois beijos e um abraço interminável.

Tive de lhe dizer para parar ao fim de alguns minutos... Mas ele queria continuar...

Uma mulher veio do fundo da rua e mandou-o embora. Lá consegui que me largasse, a muito custo.

A dona do café veio para lhe dar uma sandes de queijo, mas ele recusou. Não queria... Como se o que tivesse ali vindo fazer fosse unicamente abraçar-me!

E foi até ao fim da rua, olhando para trás e dizendo-me adeus...

Acenei-lhe e agradeci-lhe... Viu seguir o seu caminho...

Não veio para me pedir nada... Ali a pedinte era eu... E o abraço que há tanto esperava que chegasse, chegou da forma mais tocante e incrível... nunca o poderia imaginar desta forma.

 

As lágrimas rolaram... Nem sabia bem o que dizer.

Como me disse a J., eu é que precisava de receber...

Nunca pensei que fosse assim desta forma mágica.

Não o esquecerei... Está no meu coração este menino Anjo de olhos cor de céu...

E o abraço que tanto precisava, soube melhor do que eu poderia imaginar.

Obrigado Amiga J. pela serenidade e pelo olhar atento e meigo. Foi bom ter-te ali ao pé de mim. Muita força para ti!

E o teu espelho, qual é?

 

 

sinto-me: Abraçada por um Anjo
publicado por MoonLight às 18:31

link do post | Que te espelhou o coração? | favorito
|
3 comentários:
De Juli Ribeiro a 5 de Novembro de 2006 às 20:56
Realmente deve ter sido uma experiência totalmente diferente, encontrar com uma criança assim... Uma vez fui a um orfanato no Natal e as crianças se agarravam a mim como se eu fosse um presente! Percebi a enorme carência da parte delas e o carinho que queriam me transmitir. Como você escreveu na sua postagem: ACHO QUE A PEDINTE ERA EU... Quando saí do orfanato percebi
como eu tinha sido agraciada pela companhia daquelas crianças. Parabéns! Linda postagem!
VENHA ME FAZER UMA VISITA, EU ADORARIA...
Um abraço carinhoso.*Ju*
De diabinho a 7 de Novembro de 2006 às 00:07
O meu espelho são aqueles que se movimentam junto a mim e me mostram o quanto a vida é maravilhosa...

Beijinhos
De Mel de Carvalho a 26 de Novembro de 2006 às 23:02
Hoje a mendiga ... sou eu...

Vim vindo numa teia ... de Blog e blog e deparo-me com esta história e, acredites ou não, recordei outra, não de um menino, mas de uma menina-mulher , que foi em busca de um filho da alma, perdido, e do qual queria apenas um abraço ... e não recebeu... a mendiga .... era ela ... partiu com o coração em mil pedaços... até hoje não se achou ... ***

Histórias de afectos... Em certos momentos, um abraço vale mais que tudo na Vida ... Um abraço de Mel

Comentar post

.mais sobre mim

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.as minhas fotos